Paraná reabre prazo para regularização de débitos do ICMS

29 de julho de 2016 § Deixe um comentário

Sem Título-1O Governo do Paraná reabriu o prazo de adesão ao Programa de Parcelamento Incentivado (PPI). Até o dia 15 de julho, contribuintes com dívidas do ICMS geradas até 31 de dezembro de 2014 terão descontos em multas e juros para pagamento dos débitos à vista ou em até 120 meses.

O PPI é destinado exclusivamente à regularização de débitos tributários relativos ao ICMS e prevê redução de 75% nas multas e de 60% nos juros para pagamento em parcela única. No caso de parcelamento em até 10 anos, a multa cairá pela metade e os juros serão reduzidos em 40%. Ele também vai servir de incentivo para empresas que possuem débitos de substituição tributária.

Receita lança aplicativo para microempreendedor individual

25 de julho de 2016 § Deixe um comentário

Sem Título-1A Receita Federal lançou no mês de maio um aplicativo para os microempreendedores individuais (MEIs). A ferramenta permite o acompanhamento de informações sobre o programa, débitos pendentes e emissão de boletos. O MEI, como é chamado o aplicativo, está disponível para os sistemas Android e IOS.

O aplicativo conta com quatro funcionalidades: Simei, orientações, quiz e avaliações. Na opção Simei, a pessoa consegue consultar seu CNPJ, visualizar informações cadastrais, situação dos débitos e emitir o Documento de Arrecadação Simplificada (DAS), que deve ser pago todo mês. Em orientações, há informações gerais e os direitos e deveres dos empreendedores. Na parte do quiz, há um teste de conhecimentos e na funcionalidade avaliação é possível sugerir melhorias para a ferramenta.

Além do aplicativo, os empreendedores também contam com o site do Portal do Empreendedor para solicitar a inscrição de MEI, atualizar informações, emitir boletos e dar baixa no registro.

Empresas com mais de cinco funcionários precisam de certificado digital

18 de julho de 2016 § Deixe um comentário

Sem Título-1A partir de 1° deste mês, as empresas do Simples Nacional, que possuem mais de cinco funcionários, estão obrigadas a usarem certificado digital para prestarem informações trabalhistas, fiscais e previdenciárias por meio da GFIP e do eSocial.

A adequação segue um cronograma, previsto desde dezembro do ano passado, quando empresas com mais de 10 funcionários foram obrigadas a adotar o certificado. Em julho de 2017 a exigência passará a valer para empresas com mais de três funcionários.

A maioria das empresas já possui o certificado digital por causa da nota fiscal eletrônica. Mas se esse não é o caso da sua organização, entre em contato com a sua empresa de serviços contábeis para saber como adquirir a certificação.

Não erre ao redigir o seu e-mail corporativo

11 de julho de 2016 § Deixe um comentário

Sem Título-1Foi-se o tempo em que o e-mail era apenas uma ferramenta de comunicação informal. Atualmente o e-mail já se tornou um dos principais meios de comunicação no ambiente de trabalho, e pode ser caracterizado como um documento. Ou seja, tudo que você escreve no e-mail fica registrado e tem valor legal. Por isso, cuidado e atenção são importantes no momento de redigir uma mensagem.

Os cuidados devem começar pelo assunto do e-mail. Seja direto e escolha um assunto que permita ao leitor (destinatário) identificar rapidamente o que você está abordando.

A mensagem deve ir direto ao ponto o mais rápido possível, mas sem deixar de fora o que é essencial. Parece fácil, mas a sugestão nem sempre é lembrada quando precisamos explicar ao cliente um assunto delicado ou descrever um procedimento no trabalho.

O texto deve ser claro e sem abreviações. Isso significa que o uso de “vc” para “você” ou “qdo” para “quando”, por exemplo, devem ser evitados. Além disso, cuidar com erros ortográficos e de concordância é fundamental. Por isso, a dica é: leia mais de uma vez o que foi escrito.

Demorar demais e não responder os e-mails recebidos também são erros comuns e devem ser evitados. Pense que ao cuidar das suas mensagens profissionais você passa uma imagem de credibilidade e comprometimento.

Crie estratégias para cobrar inadimplentes

4 de julho de 2016 § Deixe um comentário

Sem Título-1Com o aumento do desemprego e o conturbado momento econômico, o número de contas atrasadas não para de crescer. Segundo dados da Serasa Experian, no mês de maio havia cerca de 60 milhões de inadimplentes. Isso significa que mais de 40% da população com mais de 18 anos estava com contas atrasadas.

O empresário de pequeno negócio com clientes devedores precisa criar estratégias para receber o que lhe é devido. Nessa hora manter o tom amigável até o limite e tentar ouvir o consumidor são as principais dicas, segundo especialistas da área.

Ouça as justificativas do seu cliente e mantenha um banco de dados com informações sobre o motivo para o atraso e a data em que ele prometeu a quitação. Se a primeira conversa não resolver, o próximo passo é enviar uma carta em tom amistoso. Nessa etapa, você pode propor acordos de parcelamento da dívida, por exemplo.

Não existe um limite de vezes que você pode cobrar o consumidor, mas é preciso bom senso. Duas ou três tentativas são o suficiente para que não haja desrespeito com o cliente. Segundo o Código de Defesa do Consumidor, o cliente inadimplente não pode ser exposto ao ridículo em hipótese nenhuma.

Se não houver um acordo consensual, em último caso, o caminho é buscar a esfera judicial. As micros e pequenas empresas podem procurar pelo Juizado Especial que é responsável por julgar pequenas causas. Além de não ter custo, a solução é rápida. Após a entrada no processo, o caso é julgado em média dois a três meses depois.

Para minimizar esse tipo de situação é importante fazer o cadastro do cliente na hora da venda, bem como verificar informações do comprador e do cheque na hora do pagamento.

Quanto tempo você deve guardar os documentos da sua empresa?

27 de junho de 2016 § Deixe um comentário

Tradução-JuramentadaVocê guarda os documentos da sua empresa? Por quanto tempo? Pois é, guardar os documentos fiscais do seu negócio é imprescindível. Um dos principais motivos é descobrir um dia que você terá de arcar novamente com contas já pagas.

Saber por quanto tempo esses documentos devem ser guardados ajuda a diminuir a quantidade de papel acumulado. Para isso, é importante que as empresas estejam cientes do tempo de prescrição de uma dívida, já que, se a mesma não foi cobrada pelo credor no prazo determinado, ela passa a não ter mais validade perante a lei.

Os prazos podem variar conforme o documento. Normalmente, o prazo é de cinco anos, mas pode variar tanto para mais quanto para menos. Em alguns casos, esse prazo pode ser indeterminado.

Para ajudar você a se organizar e a não ser pego de surpresa, veja a tabela abaixo com os documentos que devem ser guardados e por quanto tempo.

 

Documento Prazo
Termo de rescisão de contrato de trabalho 2 anos
Caged 3 anos
Rais 5 anos
Livros Fiscais 5 anos
CSLL/ PIS 5 anos
ICMS 5 anos
Guia da Previdência Social (GPS) 5 anos
Contribuição Sindical 5 anos
Nota Fiscal 5 anos
Recibo de Pagamento de salário, de férias, de 13º salário, controle de ponto 5 anos
IPI/ ISSQN/ ITR/ IPTU/ IPVA/ ITBI 5 anos
Folha de Pagamento 10 anos
Nota Fiscal de Saída 10 anos
Cofins/ IRPJ 10 anos
FGTS 30 anos
GFIP 30 anos
Livro ou ficha de registro de empregado Indeterminado
Contrato de Trabalho Indeterminado

 

Qual a importância de registrar seu empregado?

23 de junho de 2016 § Deixe um comentário

Você é daqueles que não tem tempo para nada e deixa tudo para depois? Sabia que deixar para registrar seu empregado depois do primeiro dia de trabalho pode te dar muita dor de cabeça? Veja no vídeo!

  • Seja Bem Vindo!

    Este espaço apresenta informações sobre o panorama legislativo, tributário, trabalhista e fiscal.. É um ambiente preparado para o empresário de micro e pequena empresa que busca informações para um melhor relacionamento com o fisco e seus públicos de interesses.

    Colegas jornalistas e pauteiros fazem parte deste projeto. Um cafezinho e um bom bate-papo são sempre oportunos.

    Um forte abraço e ótima leitura.

  • Produtor

  • Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

    Junte-se a 163 outros seguidores

  • Fato Gerador

    • Uma forma de reduzir gastos que pouca gente conhece é através do planejamento tributário fb.me/2SZV5RrqwObrigado 1 day ago
    • Com a mudança alguns produtos deixarão de ser tributados pela substituição tributária e outros passarão a ter que... fb.me/3KLlebJpqObrigado 2 days ago
    • Idealizado para facilitar a vida das micro e pequenas empresas há 10 anos, o regime simplificado passa por... fb.me/3QepV4yAcObrigado 3 days ago
    • O Aplicativo SIMEI permite ao empresário gerar o DAS para pagamento de impostos, além de consulta de informações... fb.me/5y5AyrKiOObrigado 4 days ago
    • Se uma empresa pretende sobreviver à crise, é fundamental a contratação de uma contabilidade que possibilite o... fb.me/7Xzi7eR1XObrigado 5 days ago
  • Arquivos

  • Tópicos recentes

  • Nós no youtube

  • Tags

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 163 outros seguidores